Cacau Protásio acusa Bombeiros de racismo: “Não entendo esse ódio”

Curta, e siga-nos!:
Cacau Protásio e Bombeiros do Rio de Janeiro durante filmagem (reprodução / instagram @cacauprotasio)

Cacau Protásio diz ter sido vítima de racismo por parte dos Bombeiros Militares do Rio de Janeiro. Áudios de militares ridicularizando a atriz vazaram nesta quarta-feira (27).

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

“Olha a vergonha no pátio do Quartel Central. Essa mulher do ‘Vai que Cola’, aquela gorda, colocou a farda e botou os dançarinos viados com roupa de bombeiro. Isso é um esculacho, rapaz. Qual é a desse Comandante maçom? Vai deixar uma putaria dessas no pátio do Quartel?”, diz um dos áudios.

Leia também

Em outro registro um outro homem responde: “Então, Monteiro, boa tarde. Mas também tendo um governador tal qual nós temos. Um comédia, um c*zão, que se ajoelha para Gabigol em campo de futebol. Como pode isso, o governador se ajoelhar para jogador? De comédia para viadagem é um pulo. Está essa viadagem aí, parceiro. Vergonhoso. Mete aquela gorda, preta, filha da puta numa farda de bombeiro, uma bucha de canhão daquela, com um monte de bailarino viado, quebrando até o chão. Vão achar que é o que? Bombeiro? Aquilo é tudo viado. Lamentável. Um abraço. Fica com Deus e um beijo no coração.”

Foto do perfil de cacauprotasiooficial

cacauprotasiooficial

Eu gostaria de agradecer ao CBMERJ, na praça da República por nos receber muito bem hoje, nos assessorou em todos os momentos,
Muito obrigada!
Essa corporação tem meu respeito, eu estou amando fazer uma Bombeiro Sargento Diana!
Obrigada Deus , mais uma história linda pra contar!
Eu quero homenagear os Bombeiros maravilhosos da minha família @clvalente e @dirceuprotasio.
Parceiro @pasquim , eu amei nosso dia.
#gratidão#obrigadadeus#cinema#comedia#bombeiro#corpodebombeiros

Em um terceiro áudio vazado, uma mulher pede para que os áudios anteriores parem de ser compartilhados. “A Coronel Cátia passou aqui pra gente que o comandante-geral não quer que fique reenviando essa gravação que foi feita no quartel central. Então, vamos parar de ficar enviando para os grupos.”, diz em referência ao comandante-geral da corporação, Roberto Robadey.

Cacau Protásio foi às redes sociais se pronunciar. “Sei que sou uma pessoa forte, mas ouvir tudo isso de um ser humano é muito triste. E como alguém que veste uma farda tão linda tem essa postura? Como posso dizer que eles salvam vidas, que fazem o amor, com essa postura? E falando tanta coisa horrorosa, tanta coisa, ofendendo. Respeito e acho que eles têm o direito de gostar ou não [de mim usando farda], mas porque não vão perguntar primeiro o que é. O mau da gente é não perguntar primeiro como é e julgar. Primeiro jogam pedra, xingam para depois pensar. Racismo é crime e isso não se faz”, afirma.
A atriz continua ao reafirmar sua raça. “ Sou negra, sou gorda, sou brasileira e sou atriz. Conto histórias, conto ficção. Não mereço ser agredida assim, como ninguém. Aceito a opinião de alguns Bombeiros em não achar certo, mas vai ver a história e o que é antes de agredir.  Printei tudo na minha página. Tem uma menina no Facebook superfalando mal. Postou a minha foto de farda e os coleguinhas dela falando mal, eu printei. Não entendo esse ódio. A cena é de uma alucinação, que um personagem. Quando ele volta estou ali trabalhando. Bombeiro é uma corporação que respeito. Que queria ser quando criança. Já contei isso nas minhas primeiras entrevistas”, relembra.

Ao colunista Léo Dias, a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro informou: “Não compactuamos com qualquer ato discriminatório. A corporação se solidariza com a atriz Cacau Protásio e já abriu procedimento interno para identificar o(s) militar(es) e apurar a conduta. O CBMERJ reforça o seu compromisso com a população de ‘Vida Alheia e Riquezas Salvar’ independente de cor, gênero, raça ou qualquer outra distinção. Os atos divulgados não representam a corporação centenária que, por anos seguidos, é considerada a instituição mais confiável do Brasil”.

Yahoo! questionou sobre os procedimentos a serem seguidos após a identificação dos envolvidos e se também serão verificadas as redes sociais citadas pela atriz, não só os áudios vazados, mas não obtivemos retorno até a publicação dessa reportagem.
Fonte:

Author: admin